Livro

LANÇAMENTO !!! Meu livro “Informática para Concursos – Teoria e Questões”, 3a edição, editora FERREIRA.

Link: https://www.editoraferreira.com.br/1/47/176/224/editora-ferreira/livros/informatica-para-concursos/

24 de outubro de 2012

Prova ATA - 2012 Questão: ... IP versão 4 (IPv4) é a versão inicial usada na primeira geração da Internet ...endereçar mais de 4,3 bilhões de computadores ... nova versão de protocolo ...


IP New Generation.- Para estar certa teria que ser IP Next Generation e seria IPv6    

IPv6
Foi lançado com o objetivo de fornecer mais endereços e, assim, promover o crescimento da internet. O aumento no uso de computadores  tablets, telefones e demais parelhos eletrônicos ou sistemas (como robôs, carros, e eletrodomésticos), que já estão ou ainda estarão conectados online tornou necessária a criação do novo IPv6, em substituição ao IPv4 que estava com conexões esgotadas. O modelo 4 foi criado nos anos 70 e oficialmente esgotado em 03 de fevereiro de 2011. Nessa data, a Icann (a instituição global reguladora desses endereços) informou que concedeu os últimos cinco lotes da reserva de IPs para identificar os dispositivos na web. Vale lembrar, porém, que o IPv4 ainda não vai desaparecer por completo; o novo IPv6 vai coexistir com a versão 4 até que a transição do velho para o atual esteja completa, o que levará alguns anos. Outro detalhe é que, mesmo com a migração de um modelo para outro, o novo IPv6 pode não trazer melhorias significativas num primeiro momento, e alguns usuários poderão receber seus dados da rede com um pouco de atraso. 

Saiba mais em:
Olhar digital (ipv4 vs ipv6)


Uso dos serviços de IPv6:
√ Google (Gmail e YouTube), Facebook, Microsoft (Bing) e Yahoo;
√ Provedores de acesso, como Comcast e AT&T, dos Estados Unidos, Free, da França;
√ Fabricantes de equipamentos de redes, como Cisco e D-Link.

No BRASIL
O NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) tem coordenado os esforços de implantação do IPv6 no Brasil desde 2008. A previsão que o estoque de iPv4 acabe na América Latina, em fevereiro de 2014.

Principais diferenças entre o IPv4 x IPv6
IPv4
IPv6
Os endereços têm 32 bits (4 bytes) de tamanho.
Os endereços têm 128 bits (16 bytes) de tamanho.
Cada endereço corresponde a uma conexão, que muitas vezes é dividida entre vários computadores.
Com tantos endereços, cada computador terá o seu endereço real na internet.
Um endereço IP é binários números, mas podem ser armazenados como texto para leitores humanos. Por exemplo, um endereço de 32 bits numérico (IPv4) é escrito em decimal como quatro números separados por pontos. Cada número pode ser igual a zero a 255. Por exemplo, 1.160.10.240 poderia ser um endereço IP.
Os endereços IPv6 são 128-bit endereço IP escrito em hexadecimal e separados por dois pontos. Um exemplo de endereço IPv6 poderia ser escrito assim: 3ffe: 1900:4545:3:200: f8ff: fe21: 67cf 
Registros de endereço (A) no DNS mapeiam nomes de hosts para endereços IPv4.
Registros de endereço (AAAA) no DNS mapeiam nomes de hosts para endereços IPv6.
Registros do tipo Pointer (PTR) no domínio IN-ADDR.ARPA DNS mapeiam endereços IPv4 addresses para nomes de hosts.
Registros do tipo Pointer (PTR) no domínio IP6.ARPA DNS mapeiam endereços IPv6 para nomes de hosts.
IPSec é opcional e deverá ser suportado externamente.
O suporte ao IPSec não é opcional.
O cabeçalho não identifica o fluxo de caminho ou tipo de tráfego para tratamento de QoS pelos roteadores.
O cabeçalho contém o campo Flow Label,que identifica o caminho e associa datagramas que fazem parte da comunicação entre duas aplicações e o campo Traffic Class,que assinala a classe do serviço e permite tratamento de QoS pelo roteador.
Tanto os roteadores quanto o host de envio fragmentam os pacotes.
Os roteadores não suportam a fragmentação de pacotes. O host de envio efetua a fragmentação de pacotes.
O cabeçalho inclui o Checksum,campo de verificação para o cabeçalho do datagrama.
O cabeçalho não inclui o campo Checksum.
O cabeçalho incluí opções.
Dados adicionais são suportados através de cabeçalhos de extensão.
ARP usa pedidos de broadcast ARP para resolver endereços IP para endereços MAC/Hardware.
Utiliza mensagens Multicast Neighbor Solicitation para resolver os endereços IP para endereços MAC.
O Internet Group Management Protocol (IGMP) gerencia  os membros de grupos de subrede locais.
As mensagens Multicast Listener Discovery (MLD) gerenciam os membros em grupos de subrede locais.
Endereços de Broadcast são usados para enviar tráfego a todo os nós de uma subrede.
O IPv6 usa um escopo de endereço multicast link-local para todos os nós.
Pode ser configurado manualmente ou por DHCP.
Não requer configuração manual ou DHCP.
Deve suportar um tamanho de pacote de 576-byte (possivelmente fragmentado).
Deve suportar um tamanho de pacote de 1280-byte (sem fragmentação).


Nenhum comentário:

Postar um comentário