Livro

LANÇAMENTO !!! Meu livro “Informática para Concursos – Teoria e Questões”, 3a edição, editora FERREIRA. Link

http://www.editoraferreira.com.br/informatica/Informatica-para-Concursos

26 de setembro de 2007

Um programa capaz de se auto-propagar automatica­mente através de redes, enviando cópias de si mesmo, de computador ? Rhenys - Presidente Olegário/MG

34. Um programa capaz de se auto-propagar automatica­mente através de redes, enviando cópias de si mesmo, de computador para computador, denomina-se
(A) backdoor. (B) worm. (C) cavalo de tróia. (D) macro. (E) backup.
Correto a alternativa B, aplicação direta da definição.
Só lembrando:
Backup - Em informática, backup refere-se à cópia de dados de um dispositivo para o outro com o objectivo de posteriormente os recuperar (os dados), caso haja algum problema.
Backdoor – É um trecho de código mal-intencionado que cria uma ou mais falhas de segurança para dar acesso ao sistema operacional para pessoas não autorizadas. Backdoors podem ser inseridos propositalmente pelos criadores do sistema ou podem ser obra de terceiros mal intencionados (usando para isso um vírus, verme ou cavalo de tróia). Em geral, quando nos referimos a um Backdoor, trata-se de um Backdoor que possa ser explorado através da internet. Mas o termo pode ser usado de forma mais ampla para designar formas furtivas de se obter informações privilegiadas em sistemas de todo tipo. Por exemplo: o Clipper Chip, dispositivo de criptografia do governo norte americano, possui um Backdoor embutido pelo próprio governo que permite recuperar as informações codificadas anteriormente com o dispositivo. A proteção mais comum contra Backdoors em computadores pessoais é o uso de firewalls e de IDS. De modo geral, Backdoors que atuam através da internet podem ser facilmente detectados por um IDS ou impedidos de atuar pelo firewall.
Cavalo de Tróia – É um programa no qual um código malicioso ou prejudicial está contido dentro de uma programação ou dados aparentemente inofensivos de modo a poder obter o controle e causar danos, como arruinar a tabela de alocação de arquivosno seu disco rígido. Em um caso célebre, um cavalo de Tróia foi um programa que deveria encontrar e destruir vírus (virus) de computador. Um cavalo de tróia pode ser amplamente distribuído como parte de um virus de computador.
Macro – Vinculam suas macros a modelos de documentos (templates) e a outros arquivos de modo que, quando um aplicativo carrega o arquivo e executa as instruções nele contidas, as primeiras instruções executadas serão as do vírus. Vírus de macro são parecidos com outros vírus em vários aspectos: são códigos escritos para que, sob certas condições, este código se "reproduza", fazendo uma cópia dele mesmo. Como outros vírus, eles podem ser escritos para causar danos, apresentar uma mensagem ou fazer qualquer coisa que um programa possa fazer.
Worm - Vírus auto-replicante que não alteta arquivos, mas reside na memória ativa e se duplica. Os worms usam partes de um sistema operacional que são automáticos e geralmente invisíveis ao usuário. É comum que os worms sejam notados somente quando sua replicação descontrolada consome os recursos do sistema, tornando a tarefa lenta ou até parada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário