Livro

LANÇAMENTO !!! Meu livro “Informática para Concursos – Teoria e Questões”, 3a edição, editora FERREIRA.

Link: https://www.editoraferreira.com.br/1/47/176/224/editora-ferreira/livros/informatica-para-concursos/

12 de agosto de 2007

Conceitos Importantes - parte X - SIMM

SIMM (single inline memory module)
A memória SIMM é uma plaqueta de circuito com os chips de memória, e podem ser instalados em computadores e outros tipos de equipamentos digitais (ex: samplers, gravadores digitais). Desde a década de 1990, a memória SIMM tornou-se um padrão na maioria dos equipamentos musicais, o que barateou a expansão de capacidade (atualmente, as placas-mãe dos computadores vêm adotando o padrão DIMM). Existem plaquetas (também chamadas de "pentes") de 30 pinos e de 72 pinos, com capacidade de memória de até 128 MB. As plaquetas podem ter chips de bits de paridade ou não, com tensão de alimentação o que exige atenção na hora de adquirir uma plaqueta dessas. Os primeiros módulos SIMM forneciam 8 bits simultâneos e precisavam ser usados em grupos para formar o número total de bits exigidos pelo processador. Processadores 386 e 486 utilizam memórias de 32 bits, portanto os módulos SIMM eram usados em grupos de 4. Os módulos SIMM usados até então tinham 30 contatos, portanto eram chamados de SIMM/30, ou módulos SIMM de 30 vias (ou 30 pinos). SIMM de 72 vias forneciam 32 bits simultâneos. Em placas de CPU 486, um único módulo SIMM/72 formava um banco de memória com 32 bits. Os módulos SIMM/72, apesar de serem mais práticos que os SIMM/30, eram pouco utilizados, até o lançamento do processador Pentium. O Pentium trabalha com memórias de 64 bits, portanto dois módulos SIMM/72 iguais formam um banco de 64 bits.

Nenhum comentário:

Postar um comentário